Associação Portuguesa de Dietistas

Está em... Entrada
Notícias

Comunicação à Imprensa

20 abril 2015

Statement oficial

Associação Portuguesa de Dietistas

Assunto: Convergência da Profissão de Dietista para a Profissão de Nutricionista

O Dietista é um profissional de saúde com o grau de licenciatura, com uma intervenção interdisciplinar, cujo objetivo primordial consiste na aplicação das ciências da nutrição no tratamento de doenças e na promoção da saúde, a nível individual e coletivo. A Dietética é uma área de intervenção interdisciplinar cujo objetivo primordial consiste na aplicação das ciências da nutrição e da dietética na prevenção e no tratamento de doenças e na promoção e educação para a saúde, a nível individual e coletivo, assim como nas áreas da investigação, gestão, desenvolvimento de produtos e ensino.

Em Portugal existem mais de 900 dietistas.

Os dietistas têm as mesmas competências técnicas que os nutricionistas, e pretendem um tratamento pautado pelo princípio da igualdade. 

Os dietistas têm sido alvo de discriminação ativa por terceiros que sustentam que os nutricionistas são os profissionais de referência na área da nutrição e da dietética, dispondo de mais e melhores competências que os dietistas, encetando ações de promoção de emprego no setor público e privado apenas aos nutricionistas. 

Defendem que os dietistas licenciados pelo ensino superior politécnico são Técnicos de Diagnóstico e Terapêutica e os dietistas licenciados pelo ensino superior universitário estão integrados na carreira de Técnico Superior de Saúde. A verdade é que a generalidade dos dietistas, mesmo que licenciados, continuam integrados na carreira de técnico de diagnóstico e terapêutica. Para além das consequências em sede de dignidade profissional e económicas, a manutenção do status quo em matéria de carreiras públicas tem permitido que a Ordem dos Nutricionistas sustente – erradamente – que os dietistas dispõem de menores competências técnicas face aos nutricionistas, dado que estes são Técnicos Superiores de Saúde. 

É pois neste contexto que a APD tem vindo a promover uma série de diligências com vista à promoção da igualdade entre dietistas e nutricionistas. As mesmas iniciaram a 27 de novembro de 2013, data em que a APD e 650 dietistas apresentaram uma queixa junto da Provedoria de Justiça, peticionando a realização de uma recomendação ao Senhor Ministro da Saúde no sentido de serem tomadas as necessárias diligências para a cessação de diversos comportamentos discriminatórios de que os dietistas têm vindo ser alvo, designadamente por parte da sua ordem profissional. 

A Ordem dos Nutricionistas foi legalmente criada como associação profissional representativa dos que exercem a profissão na “área das ciências da nutrição e ou dietética”. Motivo pelo qual não se devem admitir diferenças entre nutricionistas e dietistas.

Por todas estas razões, a Associação Portuguesa de Dietistas não poderá concordar com o que está a ser oficialmente defendido nos últimos protestos, comunicados e testemunhos à imprensa por nutricionistas e estudantes da área, no âmbito da possível convergência da profissões. Ambas as profissões são iguais. 

Por isso, neste contexto, não é defendido pela Associação Portuguesa de Dietistas (APD) a eliminação da palavra dietista da profissão, que é antes de mais a única reconhecida internacionalmente – “dietitian”, pela European Federation of the Associations of Dietitians (EFAD) e pela International Confederation of Dietetics Associations (ICDA). A APD, representativa dos dietistas em Portugal, que tem por finalidade defender a ética, a deontologia e a qualificação dos profissionais, pretende que a profissão adote ambas as nomenclaturas profissionais, passando a denominar-se dietista-nutricionista.  

Movimento 2020 promove semana “Mais Água, Menos Sal”

20 março 2015
  • De 16 a 22 de Março, o maior projecto de Saúde Alimentar em Portugal irá desenvolver várias actividades pelo país alertando para esta problemática.
  • Movimento 2020 lança estudo sobre Hidratação no Internamento do doente que refere que 70,4% dos inquiridos diminuiu a ingestão de líquidos no hospital em relação ao habitual.
  • Portugueses fazem um consumo de 10,7g de sal diários, estando acima do consumo praticado pelos países europeus.

No sentido de continuar o seu trabalho de sensibilização e informação sobre os desafios lançados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) em termos de saúde alimentar até 2020, o projecto nacional “Movimento 2020”, criado pela Associação Portuguesa de Dietistas (APD), irá dedicar uma semana ao tema “Mais Água Menos Sal”, de 16 a 22 de Março.

Em 2015, o Movimento 2020 tornou-se parceiro de dois programas internacionais no âmbito da Saúde Alimentar: o World Action on Salt and Health, que pretende promover a diminuição do consumo de sal, e o Nutrition and Hydration Week promovido pela Leeds City Council, que trabalha o aumento do consumo de água. Desta forma, nasce a semana “Mais Água Menos Sal” do Movimento 2020 que pretende alcançar Cidadãos, Poder Central, Indústria e Profissionais de Saúde.

Em Faro: Workshop Coaching na Nutrição Clínica - Base do Coaching

03 março 2015
Não perca já no próximo dia 21 de Março o Workshop de Coaching na Nutrição Clínica - Base do Coaching, em Faro.  
 
O workshop é uma iniciativa da APD em parceria com a a Your Challenge e irá realizar-se em Faro, no espaço Entre Abraços. 
 
O workshop realizar-se-á também em Lisboa no dia 30 de maio.
 
Consulte o folheto com o programa e ficha de inscrição. Participe!
 
 
 

Tenha um Feliz Natal com "Folhas Equilíbrio - Receitas para um Doce Natal"

20 dezembro 2014

Nesta época natalícia, o Movimento 2020, projecto da Associação Portuguesa de Dietistas (APD), junta-se aos portugueses com um conjunto de dicas para celebrar esta época festiva, gastronomicamente rica, de forma mais saudável e económica, respeitando os sabores e gostos tão tradicionais da nossa Dieta Mediterrânica.

O desperdício alimentar é um tema que tem estado na agenda do dia da sociedade portuguesa e o Movimento 2020 incorporou-o nos seus desafios. Reduzir o desperdício alimentar é o 9º desafio que tem também como objectivo promover um consumo alimentar energético e nutricionalmente adequado.

Mas, em época Natalícia, altura farta à mesa, como podemos de facto reduzir o desperdício alimentar? O Movimento 2020 vem mostrar, de forma simples, que é possível utilizar as sobras das refeições de Natal para fazer outros pratos igualmente deliciosos e nutricionalmente equilibrados. Somos um país rico em gastronomia e até a nossa Dieta Mediterrânica é Património Imaterial da Humanidade. Todas as regiões vivem o Natal à mesa de forma diferente, com pratos típicos e ingredientes que variam de cidade para cidade. Desta forma, e para ajudar os portugueses na tarefa de reduzir o Desperdício Alimentar, o Movimento2020 lança o livro digital intitulado pdfFolhas Equilíbrio – Receitas para um Doce Natal, composto por 6 receitas elaboradas por Ana Maria Silva, Licenciada em Dietética e Nutrição e Técnica Especialista em Gestão e Produção de Cozinha, contando com dicas preciosas para cozinhar as sobras da noite de consoada.

Mais do que alimentação, a nossa Dieta Mediterrânica é um estilo de vida que tem na sua génese o convívio à mesa, a partilha de valores e costumes e a unificação da família. Desta forma, e paralelamente, o Movimento 2020 irá também mostrar como é importante envolver todos os membros da família na confecção das refeições Natalícias, pondo de parte a ideia de que as receitas de Natal são uma tarefa das avós e das mães. Envolver miúdos e graúdos, na compra dos ingredientes e na confecção das receitas, é um dos princípios defendidos pelo Movimento 2020, pois só assim é possível ensinar os mais novos a fazer as escolhas mais correctas e saudáveis.

Pág. 1 de 37

Agenda

Próximos Eventos

Sorry, no events.

Newsletter

Receba as últimas notícias sobre alimentação e saúde.

Afiliações

A APD é membro de:

logo efad

logo diets